sexta-feira, 5 de maio de 2017

ELF INVADE A ACADEMIA

Quadrinista independente em seu primeiro dia numa academia de ginástica
Não, pô... não é de academia de ginástica que estamos falando!

Uma lindeza de cartaz! Clique aqui pra ampliar e ler tudinho.
Agora, sim!

Tito Camello e Abc, dois dos autores do melhor gibi independente já lançado nessas terras descobertas por Cabral (claro que estamos falando do ELF), participarão do 1º ENCONTRO QUADRINHOS EM DEBATE, na Universidade Federal Fluminense (UFF), no campus do Gragoatá, em Niterói - RJ.  

Junto com o gente-finíssima Guilherme de Sousa, do coletivo Korja dos Quadrinhos e autor dos sucessos de público e crítica A Última Bailarina e A Última Bailarina Contra-Ataca, os autores do ELF comporão a segunda mesa do evento (mediada por Tito Camello), que irá discutir a cena atual dos quadrinhos independentes tupiniquins. A primeira mesa é dedicada às análises acadêmicas de obras como Diomedes, The Fade Out, Os Quaderni Giapponesi e a nova coqueluche das graphic novels lançadas no Brasil, O Soldaddor Subaquático. Fala a verdade: você ficou louco pra participar, não ficou?

O evento é aberto e vai rolar no dia 17 de maio, na sala 501, bloco C do Instituto de Letras da UFF. Não deixe de dar uma passada por lá.

terça-feira, 4 de abril de 2017

ERGUE O BRAÇO!! O fim das Historietas de Quinta


É, caros leitores (no caso, só o amigo Ozymandias Realista mesmo), as Historietas de Quinta chegaram ao fim. Após longas discussões e reuniões, a equipe de editores do ELF decidiu encerrar a sessão mais querida do blog.

Documento para posteridade.

Aquilo que começou com uma despretensiosa tirinha publicada em 12 de dezembro de 2013 deu origem à maior sequência de Historietas de Quinta online já publicadas no mundo dos quadrinhos independentes (quiçá no UNIVERSO – mas não queremos ter tamanha audácia...)!
E foi numa jornada irrefreável de 171 semanas seguidas (!) com uma tirinha inédita por semana que os 4 cavaleiros do ELF passearam por temáticas diversas: atualidade, política, feminismo, gênero, cinema, músicareligião, guerras, gordofobia, luto, Romero Britto, Renato Aragão, ciência, mídias diversas, sexo...

Tivemos historietas seguidas por quantos anos?

Um bom exemplo de como os autores lidavam com questões do público infantil
Sem censura editorial, os autores foram livres para escreverem e desenharem da forma como quisessem, o que conferiu momentos únicos. Vamos relembrar alguns deles aqui:

A Historieta do autor Rodrigo Nemo foi a de maior sucesso já publicada aqui no blog. Ela nos rendeu milhão de acessos, além de ter sido copiada por diversos outros sites e espalhada feito vírus da gripe nas mídias sociais.


A serie de sucesso que nasceu no meio de publicações de Historietas de Quinta e ganhou espaço próprio dentro das mídias e dos corações dos leitores.


POLÍTICA
Como esquecer aquele maravilhoso 2014? O ano das eleições presidenciais dividiu os autores do ELF. Tivemos tirinhas que defendiam a Direita, tirinhas que defendiam a Esquerda e tirinhas Paraguaias.


HERÓIS

Como todo leitor de quadrinhos tem que começar lendo alguma coisa, os autores não esconderam suas origens nos comics norte americanos, mas reformularam os mitos:







Principalmente o Batman!!
 




Mas, queridos fãs (Ozymandias Realista, no caso), não há motivos pra pânico. As Historietas não acabaram, só deixaram de ser de Quinta (não que agora elas vão ser "de primeira", se é que vocês nos entendem...). Elas apenas perderem sua periodicidade. Hora ou outra os autores publicarão aqui tirinhas inéditas novamente. Mas é melhor vocês não esperarem em pé por isso.
Ah, e é claro que vocês, inteligentes que são, perceberam que o número escolhido para a última Historieta de Quinta publicada não foi aleatório (nem a escolha do autor incumbido para produzi-la). Existe sempre uma razão para tudo.
Enquanto os autores descansam, vocês podem dar uma lida na historietas selecionadas por eles. Confira no link as mais votadas e mais vistas!


A tristeza estampada no rosto de cada um dos autores da ELF após a decisão do fim da periodicidade das historietas.

quinta-feira, 1 de dezembro de 2016

Historieta de Quinta 156

*Nosso respeito às famílias das vítimas da tragédia que comoveu o país."

CCXP: COM ELF É MAIS GOSTOSO!


Você já viu aqui e aqui que o gibi mix independente mais bacana da quadrinhosfera tupiniquim - sim, estamos falando do ELF - se fez presente nas duas últimas edições da Comic Con Experience (vulgo CCXP), a ultra hypada megaconvenção do entretenimento "nerd" (não curtimos muito esse termo, mas vamos usá-lo porque a própria organização do evento faz questão de alardeá-lo aos quatro cantos da internet).
ELF5. Lindeza!

Se você esteve lá nesses dois últimos anos e resolveu dar uma passada no Artist's Alley, com certeza deu de cara com a mesa da equipe EL FANZINE e seus maravilhosos produtos - as edições do gibi independente ELF e os prints exclusivos -, bem como teve a oportunidade de trocar um papo gostoso com os autores do gibi. Se você não foi uma dessas felizardas pessoas, não precisa mais se autoflagelar, porque o ELF estará presente na CCXP 2016!!!

"NÃO ACREDITO!!! É SÉRIO MESMO???"
Isso mesmo. Os autores Abc e Rodrigo Nemo estarão dividindo a mesa F33 com os amigos e parceiros de longa data da KORJA DOS QUADRINHOS. Além das edições 4 e 5 do ELF (veja aqui um release da edição 5, feito pelo crítico Fernando Bedin, do Canal Central HQs), você também vai poder adquirir os incríveis prints exclusivos pra decorar a parede da sua sala, do seu estúdio, do seu escritório, do seu banheiro (por que não?), ou dar de presente pro seu filho no Natal, ou pra sua sogra, ou pro seu cachorro...
Mesa ELF + KORJA com prints novos exclusivos
Nossa mesa já está montada no Artist's Alley da CCXP. E tá uma belezura! Não deixe de dar uma passada lá quando você estiver rodando pelos salões do evento. Sabemos que tem muita coisa bacana pra você se divertir e gastar seu suado dinheiro, mas nada tão bacana e com preços tão baixos quanto os maravilhosos produtos EL FANZINE!
Satisfação garantida!
DING-DIN!

domingo, 6 de novembro de 2016

Portugal descobre o ELF


O ELF atravessou o mar e ancorou na "terrinha"

Os leitores de quadrinhos de Portugal agora tem a mesma sorte que você, leitor brasileiro: o ELF atravessou o Oceano Atlântico e ancorou na H-Alt, publicação independente portuguesa de quadrinhos que reúne histórias fechadas de autores de vários países.

Portugal sem ELF

A revista entrou em contato em abril  convidando a gente a colaborar e sua terceira edição, publicada em julho deste ano, já traz duas histórias: A Canção de Quito 100 Pernas, de Abc (publicada originalmente no ELF 4) e a primeira parte de A Tribo, de Rodrigo Nemo (publicada no ELF 5).

Portugal com ELF
A Tribo foi dividida em duas partes para caber no limite de páginas por história do gibi e deve ser concluída na próxima edição, com previsão de publicação para este mês (mas você ainda pode lê-la inteira no ELF 5, já comprou o seu?). Se você ficou curioso para conhecer a H-Alt, aproveite para ler a versão digital da terceira edição aqui, na íntegra.

Bandeirão do ELF tremulando no mastro da caravela